A case da minha pullip

No mês passado, a Groove anunciou mais uma novidade: uma case fofa em parceria com a Angelic Pretty para carregar sua doll para onde quiser. Eu sempre armazenei minhas dolls enroladas em toalhas e enfiadas em saquinhos de pano, daqueles de sapato. Elas estavam bem protegidas contra arranhão e tal, mas não contra pancada. Minha bolsa não é nenhuma armadura e eu acho que elas devem sofrer muito lá dentro.

Quando eu vi a case, eu decidi que queria uma. E com um visual tão fofo como esse, quem não gostaria? Só falta vir com cheirinho de chocolate junto.
Ah, venha para mim, querida
Mas aí, passado o chilique inicial, veio a sensatez de me perguntar algumas coisas básicas: de que material é feito, quanto vai custar e será que vai vender na Plastic Pop?

Falando sobre Banshee, a minha Pullip Akoya

Olá, gente!

Para compensar a minha ausência durante o mês de agosto, as postagens deverão vir com mais frequência em setembro. É sempre bom manter o exercício da preparação de postagens porque eu ainda não estou acostumada com o manejo e a disciplina para manter um blog.

O post de hoje foi adiado por... sei lá quanto tempo. Desde que minha Akoya chegou que eu fiquei de falar tudo o que tem direito sobre ela para ajudar futuros bonequeiros que desejarem ter uma também.
Banshee, minha Caronte. Foto desfocada que já foi pro Flickr e pro Tumblr